Sejam bem-vindos!

Estamos dispostos a nos unir para encontrarmos novas soluções para resolver problemas sociais e  ambientais complexos. Vamos juntos nessa?

Data: 20/09/18  |  08h30 às 18h

Local: Espaço Totvs 

Avenida Braz Leme, 1.000 
Santana – São Paulo

O Seminário

Um evento diferente para ampliarmos nossa percepção sobre soluções inovadoras para resolver problemas sociais e ambientais complexos
Os problemas sociais e ambientais se tornaram tão complexos que precisamos de novas soluções para resolvê-los. Entendemos por inovação social a busca por novas soluções para problemas sociais ou ambientais que sejam mais eficazes, eficientes, sustentáveis ou justas do que as existentes.

A inovação social busca resolver os problemas reais das pessoas e parte do ponto de vista do usuário da inovação.

Temos por objetivos: Contribuir para desmistificar o conceito de inovação social no Brasil; e estimular a busca por inovação por parte dos participantes.

Esta primeira edição do Seminário de Inovação Social será destinada apenas a convidados. Serão selecionadas 100 pessoas ativas do cenário nacional de inovação social, levando em conta quatro mercados: empresas, terceiro setor, governo e academia.

Após o evento, será gerado um produto, em formato digital, contendo as sínteses das reflexões, diálogos e resultados, e será enviado a todos os participantes e parceiros.

Programação

08h30 ⋅ Credenciamento
09h ⋅ Abertura Oficial

9h20 ⋅ Primeiro Bloco ⋅ Cenário da Inovação Social no Brasil e no Mundo

Palestrantes convidados:

Louise Pulford – Diretora da SIX (Social Innovation Exchange)

Saulo Barreto – Co-fundador do IPTI (Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação)

Moderadora: Anna Penido – Diretora do Inspirare

11h ⋅ Coffee Break

11h30 ⋅ Segundo Bloco ⋅ Inovação Social na Prática

O segundo bloco da programação do Seminário – Inovação Social na Prática – convidará toda a plateia a se dividir em quatro salas paralelas onde serão apresentados quatro casos temáticos de inovação social (um por sala), seguido por uma reflexão mais ampla sobre os aspectos e princípios do processo de inovação social. Cada participante, no ato de sua inscrição, deverá definir o caso temático de sua preferência.

A FBAC – Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados – é uma associação sem fins lucrativos que tem a missão de congregar e assessorar as APACs do Brasil e exterior. As APACs se dedicam à recuperação e reintegração social dos condenados a penas privativas de liberdade. O objetivo da APAC é gerar a humanização das prisões, sem deixar de lado a finalidade punitiva da pena. Sua finalidade é evitar a reincidência no crime e proporcionar condições para que o condenado se recupere e consiga a reintegração social. O método socializador da APAC espalhou-se por todo o território nacional e diversos países no mundo todo. O modelo foi reconhecido pelo Prison Fellowship International (PFI), organização não-governamental que atua como órgão consultivo da Organização das Nações Unidas (ONU) em assuntos penitenciários, como uma alternativa para humanizar a execução penal e o tratamento penitenciário. O custo de cada preso para o Estado corresponde a quatro salários mínimos, enquanto na APAC, a um salário e meio; Enquanto o sistema prisional comum recupera cerca de 15% presos, a APAC tem um índice de recuperação de 72%.

O GELEDÉS Instituto da Mulher Negra, fundado em 30 de abril de 1988, é uma organização da sociedade civil que se posiciona em defesa de mulheres e negros por entender que esses dois segmentos sociais padecem de desvantagens e discriminações no acesso às oportunidades sociais em função do racismo e do sexismo vigentes na sociedade brasileira. O PLP 2.0 é um aplicativo criado pelo Geledés e vencedor do I Desafio de Impacto Social Google em 2014. O objetivo do aplicativo é apoiar mulheres vítimas de violência doméstica. Hoje em dia, o Brasil possui um dos maiores índices nesse tipo de agressão. Na última década, 43,5 mil mulheres foram assassinadas no país, 4.500 por ano. O programa aciona diretamente as redes de atendimento e grava áudio e vídeo pelo celular, para fornecer provas do ocorrido e oferecer respostas rápidas às vítimas.

A Aliança pelos Investimentos e Negócios de Impacto, antiga Força Tarefa de Finanças Sociais (FTFS), é uma iniciativa criada para identificar, conectar e apoiar organizações e temas estratégicos para o fortalecimento do campo de Investimentos e Negócios de Impacto no Brasil. Tem como missão articular e atrair uma rede de atores, entre eles investidores, empreendedores, organizações intermediárias, como academia, incubadoras e aceleradores, governos e parceiros para que façam acontecer modelos de negócios rentáveis que resolvam problemas sociais ou ambientais e, com isso, mudem a mentalidade sobre como gerenciar recursos e necessidades da sociedade. A Aliança surgiu a partir de uma mobilização promovida pelo ICE (Instituto de Cidadania Empresarial), com o suporte do GVCES, e envolveu um grupo de trabalho composto por 20 organizações conectadas com o tema de Investimento de Impacto. Essas organizações trabalharam durante um ano para mapear e priorizar temas críticos e oportunidades para o crescimento do campo no Brasil, bem como analisaram recomendações de outros países participantes do Global Steering Group on Social Impact Investing (hoje com 17 países envolvidos). Como resultado, em outubro de 2015 são lançadas 15 recomendações prioritárias para o Brasil, com as respectivas sugestões de metas e atores a serem engajados até 2020 e um Conselho Deliberativo com representações de diversos atores do campo. Desde então, a Aliança tem crescido em parceiros, membros, articulações e iniciativas concretas de fortalecimento do ecossistema de Negócios de Impacto no Brasil.
Inspirados na economia regenerativa, a Coca-Cola Brasil desenvolve o projeto Coletivo Floresta: um modelo de valor compartilhado que gerou impacto positivo para o negócio da Coca-Cola Brasil por meio do produto Del Valle Reserva, além do impacto positivo nas comunidades ribeirinhas do Amazonas e conservação da floresta em pé. O Coletivo Floresta é um exemplo de como o propósito se materializa na prática. A iniciativa garantiu o desenvolvimento sustentável da cadeia de açaí, fortaleceu o cooperativismo no interior do Amazonas com a rastreabilidade da cadeia de açaí, melhorias na logística, segurança do trabalho e incentivo de boas práticas de manejo sustentável. Foram impactadas mais de 700 famílias do território Médio Juruá. As famílias produtoras trabalham com um preço mínimo para a comercialização da fruta, garantindo renda justa para todos os envolvidos. Além da estruturação da cadeia sustentável do açaí com capacitação e empoderamento das comunidades ribeirinhas e de assegurar garantia de compra da matéria-prima, foram criados espaços de participação democrática da comunidade e de engajamento de múltiplos atores, que culminou com a formação do Fórum de Gestão Territorial Médio Juruá. No Fórum, setor privado, governo, organizações não governamentais e sociedade civil trabalharam juntos em busca de soluções para os desafios locais, a fim de gerar impacto social positivo na região.

13h30 ⋅ Almoço

15h ⋅ Terceiro Bloco ⋅ Potencializando o Campo de Inovação Social

Palestras tipo TED sobre estratégias para potencializar o campo de Inovação Social no Brasil

TED 1 – Potencializando Inovadores Sociais – Mirella Domenich – Diretora Ashoka Brasil

TED 2 – Escalabilidade em Inovações Sociais – Prof. Dra Graziela Comini – FEA/USP

TED 3 – Como financiar a Inovação Social? – Leonardo Letelier – Fundador e CEO da SITAWI

16h ⋅ Quarto Bloco ⋅ Conclusões e Recomendações

Abordagem analítica sobre as discussões geradas e os principais contextos trazidos pelos palestrantes

18h ⋅ Encerramento

Palestrantes

Louise Pulford
Diretora da SIX
Louise é diretora da Social Innovation Exchange (SIX), onde atua desde sua criação em 2008, ano em que a rede global com foco em inovação social foi incubada pela Young Foundation. Seu trabalho é ampliar a rede de organizações de inovação social ao redor do mundo, hoje com mais 1.500 atores. Louise é co-gestora do Consórcio Europeu de Comunidades de Inovação Social nos últimos quatro anos. É escritora e experiente palestrante sobre os temas valor de redes e inovação social. Regularmente desenvolve e facilita workshops para governos, OSC, Fundações e agências de inovação ao redor do mundo. Antes de trabalhar na SIX, Louise desenvolveu vários projetos na Young Foundation, incluindo o programa de liderança UpRising.
Saulo Barreto
Co-fundador do IPTI
Saulo FA Barretto é sergipano, engenheiro de ideias com doutorado em análise estrutural de problemas complexos, co-fundador do Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI), onde é responsável pelo relacionamento institucional e novos negócios. Desde 2009 coordena o processo de consolidação do IPTI como centro internacional de referência em tecnologias sociais em Santa Luzia do Itanhy, sul de Sergipe e um dos municípios mais pobres do Brasil, cidade que ele crê será a mais criativa do mundo até 2025.
Anna Penido
DIRETORA DO INSPIRARE
Anna Penido é diretora do Inspirare, instituto familiar cuja missão é inspirar inovações para melhorar a educação brasileira. Jornalista formada pela UFBA, com especialização em Direitos Humanos pela Universidade de Columbia e em Gestão Social para o Desenvolvimento pela UFBA. Em 2011, participou do programa Advanced Leadership Initiative da Universidade de Harvard. Trabalhou como repórter para o jornal Correio da Bahia e para as revistas Veja Bahia e Vogue. Integrou as equipes da Fundação Odebrecht e do Liceu de Artes e Ofícios da Bahia. Fundou e dirigiu a CIPÓ – Comunicação Interativa. Coordenou o escritório do UNICEF para os Estados de São Paulo e Minas Gerais. É Fellow Ashoka Empreendedores Sociais.
Mirella Domenich
DIRETORA DA ASHOKA BRASIL
Mirella é a atual diretora da Ashoka Brasil. Jornalista de formação e criadora de vários empreendimentos dentro e fora do Brasil. Inspirada por seu trabalho em reportar as eleições na África para canais de mídia globais, ela co-fundou a Minibus Media, uma iniciativa de jornalismo participativo para cidadãos locais produzirem e compartilharem suas próprias notícias. Como intraempreendedora, Mirella trabalhou para os principais meios de comunicação no Brasil e para várias organizações cidadãs, incluindo as organizações Redes da Maré e streetfootballworld, ambas Ashoka Fellow. Mirella possui mestrado em Relações Internacionais e MBA em Empreendedorismo e Gestão de Negócios.
Graziella Comini
FEA/USP
Graziella é economista, com mestrado, doutorado e livre-docência em administração pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo, FEA/USP, especialização na Harvard Business School e Universidade de Bologna, Professora Associada do Departamento de Administração da FEA/USP, Coordenadora do Centro de Empreendedorismo Social e Administração do Terceiro Setor (CEATS), Vice-Coordenadora do Mestrado Profissional em Empreendedorismo da FEA/USP, Representante do Brasil no SEKN – Social Enterprise Knowledge Network. Coordenadora Pedagógica do MBA de Negócios Socioambientais do Instituto de Pesquisas Ecológicas (Ipê). Conselheira de empreendimentos socioambientais e negócios sociais no Brasil. Desenvolve projetos nos seguintes temas: empreendedorismo social, responsabilidade social corporativa, negócios sociais e inovação social.
Leonardo Letelier
Fundador e CEO da SITAWI
Leonardo é fundador e CEO da SITAWI Finanças do Bem. Tem mais de 20 anos de experiência em negócios, finanças e setor social. Foi diretor da iniciativa Cidadania Econômica para Todos na Ashoka e trabalhou na McKinsey por 8 anos. Previamente teve experiência com derivativos e no CADE, o órgão antitruste brasileiro. Foi eleito Senior Fellow Synergos e Responsible Leader BMW Foundation. Leonardo é reconhecido como um dos pioneiros no cenário de Finanças Sociais e Investimentos de Impacto, globalmente e no Brasil, tendo atuado como co-diretor executivo da Força Tarefa Brasileira de Finanças Sociais e como palestrante frequente em fóruns como o SOCAP (Social Capital Markets), FLII (Foro Latino Americano de Inversión de Impacto) e o Fórum Brasileiro de Finanças Sociais e Negócios de Impacto. Tem MBA pela Harvard Business School e é engenheiro de Produção pela USP.

Organização

Patrocinadores

Apoio

Parceiro Institucional

Pós-Evento

Galeria de Fotos

Crédito das fotos: Gustavo Rampini

Vídeos

Formulário de contato

Fale Conosco

Para esclarecimentos ficamos à disposição pelo formulário, basta preencher e entraremos em contato o mais breve possível.

*Todos os campos são obrigatórios.

Mapa do Evento

Local: Espaço Totvs
Endereço: Avenida Braz Leme, 1.000 – Santana – São Paulo – SP

Informações Úteis

Local: Espaço Totvs – Avenida Braz Leme, 1000 – Santana – São Paulo/SP.

Alimentação: Praça de alimentação com várias opções de restaurantes no prédio ao lado do espaço Totvs, na Avenida Braz Leme, 1020. Apresentando seu crachá do evento ganhe 15% de desconto no restaurante Pimenta Pitanga, na Loja 12.

Estacionamento: No Local com desconto para os participantes do evento ao custo de R$ 25,00. Para obter o desconto retire o selo com os organizadores.

Acesso por transporte público: Metrô – Estação Santana a 3km de distância do Espaço Totvs. Ônibus – Sentido Estação Metrô Santana/Espaço Totvs, utilizar a linha 208M – Terminal Pinheiros, (sai do terminal do metrô), descer do lado oposto do Espaço Totvs, quase em frente à loja Alo Bebê). Sentido Espaço Totvs/Estação Metrô Santana, utilizar a linha 208M – Metrô Santana, no ponto de ônibus em frente ao espaço Totvs.

Seminário de Inovação Social - Semeando Diálogos e Ideias